O que Deus vê?

Viviane Freitas

  • 8
  • Jun
  • 2022

O que Deus vê?

  • 8
  • Jun
  • 2022

Deus é um Ser Perfeito. NEle não há erro, não há imperfeição.

Ele é um Ser que crê, que vê o melhor. NEle não há medo nem desconfiança.

Deus é um ser que sabe o passado, o presente e o que virá no futuro. Mas mesmo assim, não deixa de crer. Essa característica é maravilhosa, porque Ele é do Bem.

Mas, então, o que aconteceu para Deus Se arrepender de ter feito o homem? Será que a criação do homem foi um erro? Não! Deus criou todas as coisas, crendo. Não com medo nem malícia.

Mesmo sabendo que o homem viria a pecar, Ele deu todas as condições para que o ser humano tivesse toda consciência. O erro viria da própria vontade humana.

“E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra.” Gn 6:5

Aqui mostra que Deus enxerga tudo o que se passa conosco. E que não é Deus, mas o homem que se faz cruel, que comete atrocidades. É o homem que se faz perverso, iníquo, violento, malicioso.

Mas quando essa maldade vem apenas das pessoas que não têm compromisso com Deus, é algo até esperado. Mas daqueles que conhecem a Verdade, e trocam a Verdade, o Caminho de Deus pela sua própria vontade, é duro! É aí que vem o pior.

Lendo os versículos anteriores, podemos entender que tudo começou com os filhos de Deus que viram que as filhas dos homens eram formosas, e tomaram para si de todas as que escolheram. E eles geraram, através dessas mulheres, filhos revoltados, violentos, uma família desestruturada.

Por isso que Deus viu que a maldade tinha se multiplicado. Pois os filhos de Deus, que eram os únicos que poderiam mostrar a beleza de Deus, escolheram a beleza que o diabo ofereceu.

E assim veio a multiplicação da maldade do homem sobre a terra, e toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente.

Ou seja, a consciência que nos aponta o certo e o errado, não estava mais tendo espaço. Não havia mais desejo de mudança, aquele povo queria continuar no erro. E gostava de tudo aquilo que estava acontecendo, da sua própria iniquidade.

É… e as pessoas ainda culpam a Deus, o que elas mesmas plantam para si.

#QueméDeus

#TardeMusicalRedeAleluia

#BlogVivianeFreitas