Obreira, o que Deus espera de si?

Luisa Teixeira

  • 26
  • Set
  • 2013

Obreira, o que Deus espera de si?

  • 26
  • Set
  • 2013

O que Deus espera de si neste Jejum de Daniel?

Essa é a grande questão, a qual não podemos, de forma alguma, deixar de fazer a nós próprios.

Infelizmente, muitos deixam-se levar pela mesmice, e caem na armadilha do engano, de que o jejum é apenas para quem ainda não tem o batismo com o Espírito Santo.

Em conversa informal, com algumas obreiras, elas diziam que já não lhes custava absterem-se dos meios de comunicação, que não ver televisão, não ir à internet, já não lhes era difícil. Então, aproveitei para faze-las pensar, que não devem fazer mais um jejum por fazer, que deve existir da sua parte uma busca profunda, por aquilo que Deus pretende das suas vidas.

Há algo que Deus pretende de si, e nunca se esqueça do que vou lhe dizer: Deus não pede o fácil, Ele pede o difícil, algo que lhe custe, que ninguém sabe, só você e Deus… e que só você pode dar!

O mesmo pergunto a si, obreira que nos acompanha às 5ª feiras: Como está a fazer este jejum? Sabe o que vai apresentar a Deus? Já perguntou o que Ele realmente pretende de si? O que ainda lhe falta entregar?

Talvez pense que já fez de tudo, e que o simples fato de mais uma vez entrar no Jejum de Daniel, já é o suficiente para assumir que está a fazer a sua parte. Esse pensamento é negligente! Mais do que as pessoas que não têm o Espirito Santo, nós, seus servos, necessitamos de estar em constante vigilância, sendo prudentes, a todo tempo, no nosso relacionamento com Deus, à semelhança daquelas virgens que se precaveram e levaram consigo a reserva de azeite. Por isso, na hora “H”, não foram apanhadas desapercebidas.
Sabe o que significa essa reserva de azeite, nos dias atuais? É o estar 100% atenta. Pois uma fogueira para manter a sua chama acesa, necessita que alguém esteja “de olho”, para não deixar a lenha faltar.

O seu comportamento, as suas atitudes, os seus pensamentos, e sobretudo as suas intenções, respondem se está realmente está 100% atenta.

Se porventura está neste propósito, com a mesma postura de sempre, sem apresentar a Deus algo que não lhe custe nada, sendo uma “Maria vai com as outras”, imitando ou não saindo do padrão, para não ficar mal vista pelos outros, então, minha amiga, está a ser néscia. Está apenas a carregar a lâmpada, mas não a levar consigo o mais importante.

Aproveite este Jejum para pensar, examinar o seu histórico até aqui, quem você é, como tem feito a Obra de Deus, se a sua vida reflete Deus de fato e de verdade, se realmente tem sido Sua testemunha, se as suas palavras têm vida e poder. Por favor, não se engane, seja transparente consigo mesma.

Será que consegui ser clara? Gostaria de saber o seu pensamento e as suas experiências neste Jejum.

Um abraço,

 

Siga-nos: http://www.facebook.com/obreiros.em.foco.europa