Quem é seu pai?

Viviane Freitas

  • 10
  • Mai
  • 2022

Quem é seu pai?

  • 10
  • Mai
  • 2022

Você pode falar que não, mas os fatos, a realidade, as escolhas, as atitudes, o comportamento e a intenção mostram quem você é. Se você é da verdade ou da mentira.

A verdade tem obras, está relacionada aos fatos e à realidade. Não se opta por verdade, apenas com palavras, mas, principalmente, com atitudes. Veja o que Jesus disse:

“Vós fazeis as obras de vosso pai.” Jo 8:41

Nossas obras mostram quem é o nosso pai, se é Deus ou o diabo. A forma como você age em seu trabalho, – se faz corpo mole, se faz por obrigação e não com prazer-, mostra que está faltando a verdade em você.

As obras são tudo aquilo que você faz, escolhe ser, prioriza, pensa, admira e/ou investe.

O que você é e faz mostram que você é filho de quem: de Deus ou do diabo? Todo mundo deseja ser filho de Deus. E você, deseja, verdadeiramente, ser filho dEle? Então, o que suas obras dizem sobre você?

Pense, porque quando pensa, você procura e mostra que está interessado. Quem não está interessado em saber a verdade aceita apenas o convencimento da fé emotiva.

Então, minha amiga, sugiro que você avalie, sempre, a sua vida com a verdade. Compare quem você tem sido com o que a Palavra de Deus fala. Uma pessoa convencida é muito resistente à mudança.

Religiosos que viviam no engano podem lhe ajudar a entender. Veja o que eles disseram:

“Nós não somos nascidos de fornicação; temos um Pai, que é Deus.” João 8:41

Quem disse que Jesus se referia a quem era nascido de fornicação? Quando Jesus disse que fazemos as obras de nosso pai, não se referia ao exterior, mas ao interior.

As obras que você está apresentando são orgulho e vaidade? Se sim, saiba que estes comportamentos estão mostrando que você não quer a verdade.

“Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas Ele me enviou.” João 8:42

Por isso, amiga, fique atenta com você mesma. Seja justa com a verdade. Ainda que no início, quando ouvir a verdade, você a recuse, mas aceite depois. O ruim é ouvir e continuar insistindo no erro, mesmo tendo a oportunidade de repensar a respeito do que foi falado.

#TardeMusical

#BlogVivianeFreitas

#Pai