Ponha Deus à prova

Viviane Freitas

  • 24
  • Jun
  • 2013

Ponha Deus à prova

  • 24
  • Jun
  • 2013

Olá a todos. É um prazer estar aqui e participar da sua vida, entrando na sua casa, no seu trabalho, através da mensagem Bíblica, que é fonte de fortalecimento.

“Seja o Senhor o meu juiz, e julgue entre mim e ti, e veja, e pleiteie a minha causa, e me faça justiça, e me livre da tua mão.” (ISm.24:15)

Davi estava a ser perseguido por Saul, após a sua consagração como rei de Israel. Aparentemente, seria uma injustiça: Se ele era rei, porque motivo Deus não lhe facilitou a vida, concedendo-lhe de imediato o seu reinado?

As dificuldades, as injustiças, servem como o exemplo das “claras”: Quanto mais se bate, mais aumentam! Assim também, quando é injustiçada e sofre situações difíceis na sua fé, na realidade, está a ter o privilégio de ser moldada, mesmo perante um imprevisto. Davi não pedira para ser rei, mas Deus sabia quem ele era, pois este chamou a Sua atenção. Contudo, ainda assim, não lhe concedeu facilidades.

Deus permite que Davi conquiste o seu reinado, para provar o potencial que existia no seu interior; a fé e a comunhão que tinha com Ele. Para que esta convivência se exteriorizasse e fosse, realmente, um fato evidente, enfrentaria dificuldades e provaria, diante das mesmas e de todo o povo, que ele era um ungido e também escolhido de Deus.

Davi provou a todas as pessoas que ele era digno de ser rei!

Não foi simplesmente colocado no palácio ou assumiu um título de rei. Ele conquistou!

Por vezes, você pensa: “É uma injustiça o que estou a viver.” Mas, você e eu, temos que conquistar. É aqui que entra a nossa conduta, confiança e crença em Deus.

A nossa crença não reside no “sim” de Deus, como já estando em um “reinado” onde todos se submetem, à semelhança de Davi e Saul. Também ele poderia pensar que Saul se submeteria, pois Deus o havia consagrado rei. Não! Davi foi humilde, dizendo: “Julgue o Senhor a minha causa.”

Quando a pessoa não está a dever nada a ninguém, ela põe Deus à prova
. Agora, quando existe uma dívida, um pecado escondido, um mau comportamento e injustiças, sobre as quais temos falado no Blog, então, existe fraqueza.
Não é capaz de colocar Deus à prova; não arrisca a sua vida para falar com Deus desta forma, pois está em dívida, e em dívida com o diabo!

Seja você quem for, deve avaliar a si mesmo. Se assim fizer, investirá no seu próprio interior.
Já se ficar a apontar o dedo para terceiros, não investe em si, mas condena-se, pois terá maus olhos. Anulará quem é, perdendo tempo a olhar para o investimento alheio.

Davi não foi rei antes de provar a Deus que realmente se dominava; dominava os seus sentimentos e dependia de Deus.

Quando estava perante uma dificuldade, não falava com os seus pais e irmãos. Não! Falava com Deus. Este é o comportamento de uma pessoa justa: Ela tem Deus como aliado.

Um grande abraço. Até à próxima.