Imatura, eu?

Viviane Freitas

  • 31
  • Mai
  • 2014

Imatura, eu?

  • 31
  • Mai
  • 2014

Quando comecei a escrever este texto, pensei em algo que tenho vivido atualmente.


A cada dia me deparo com coisas e situações onde sou obrigada a perceber que a falta de experiência tem feito muita diferença pra mim.

Me dei conta de que a imaturidade pode estar presente em todos os momentos da nossa vida, não importando a idade!

Com isso, fiquei pensando no que realmente significa amadurecer.. e cheguei a uma conclusão: Maturidade, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é quando você tem uma idade avançada ou quando já passou por muitas coisas na vida. Existem pessoas que mesmo já tendo vivido muito, são imaturas, ou também aquelas que em alguns aspectos já amadureceram e em outros não.

Ser realmente madura é entender que tudo que você vive hoje é o resultado do que você mesma fez ou plantou ontem, saber que com suas próprias pernas caminhou até aí… e estar consciente que não depende da atitude de outras pessoas o que acontecer com você.

Esperar que venha de outros a nossa própria realização, seja no aspecto que for, fará com que as coisas não saiam como esperamos… e aí, com a frustração, culpamos as pessoas, as circunstâncias e até a Deus por nosso fracasso.

Assim, nos ausentamos da responsabilidade de cuidar da nossa própria vida. Fácil, não?

Normalmente pessoas imaturas vivem no seu próprio ‘mundinho’, são volúveis, mudam de humor a cada momento, e quando estão frustradas, descarregam no primeiro que aparece na frente… muitas vezes, alguém que não tem nada a ver com a história! De quantos você se lembrou??

Amadurecer é assumir nossas dificuldades, nossos medos, reconhecer as fraquezas e saber lidar com nossas limitações. Saber que é através do nosso esforço e de uma fé pura em Deus que conseguimos conquistar nossos objetivos. Mas entender que nem Deus fará nada se você não fizer… e, quando vem a derrota, ser maduro é saber que se algo saiu errado foi por sua própria responsabilidade.

Se formos capazes de reconhecer isso, saberemos que da mesma maneira que chegamos até essa condição, podemos, com nossas próprias pernas encontrar o caminho que precisamos seguir para alcançar a realização.

Essas são as aflições de que a Bíblia fala, e nos servem de exemplo para quando vivemos situações onde somos levados pela nossa imaturidade, elas nos levam a uma fé ainda mais pura e uma confiança inabalável. Tiago 1:2 nos ensina como enfrentar as situações difíceis:

‘Meus irmãos, sintam-se felizes quando passarem por todo tipo de aflições. Pois vocês sabem que, quando a sua fé vence essas provações, ela produz perseverança. Que essa perseverança seja perfeita a fim de que vocês sejam maduros e corretos, não falhando em nada!’

E logo abaixo diz que se não conseguimos entender isso, é só pedir sabedoria a Deus que Ele nos dá de graça… é só acreditar sem duvidar!

A maturidade está diretamente ligada à Sabedoria de Deus. Olha o que ensina este versículo, se não é o que vemos nas pessoas maduras que conhecemos:

A Sabedoria que vem do céu é antes de tudo pura; e é também pacífica, bondosa e amigável. Ela é cheia de misericórdia, produz uma colheita de boas ações, não trata os outros pela sua aparência e é livre de fingimento.

Medite nisso! Beijinhos!!