Viviane Freitas

  • 9
  • Dez
  • 2010

Chapéus

  • 9
  • Dez
  • 2010

O chapéu por muito tempo foi um acessório associado aos passeios nas praias, porém a moda está dando novos rumos a essa tendência. Nas ruas de Manhattam, por exemplo, já é possível encontrar homens e mulheres desfilando com chapéus em diferentes estilos, prezando pela combinação do acessório com peças leves do vestuário. O uso do acessório assumirá caráter estético e funcional, pois ao mesmo tempo em que protege o rosto, também contribui com a montagem de um look cheio de estilo e personalidade, um item que agrega um toque charmoso, divertido e bastante original das mais clássicas às mais despojadas produções femininas.

Na temporada de verão, as mulheres podem apostar em chapéus com abas longas ou curtas, possuindo assim maior liberdade para a escolha do modelo. Estampas e cores vivas também estão na moda e representam perfeitamente o clima tropical. Os materiais de confecção também variam, desde tecidos até o trabalho artesanal com palhas (modelo panamá).O chapéu é um acessório que combina com todos os estilos, desde o country até o alternativo.O ajuste do chapéu na cabeça é um recurso que tem sido valorizado pelos designers, por isso o modelo assimétrico tem feito tanto sucesso entre homens e mulheres.

Entre os modelos que podemos destacar temos os seguintes chapéus: Fedora, Floppy e, novamente, o Panamá. Apesar de formas singulares, as quatro opções possuem o necessário para agregar sofisticação despojada aos looks e, pensando nisso, vamos as diferenciações entre esses acessórios e algumas dicas para que você comece a aderir a essas peças em suas pré-produções do verão.

Chapéu Fedora

Com um pegada retrô, o Fedora, também conhecido como borsalino ou trilby, se caracteriza por apresentar uma estética mais ousada e de forte impacto, especialmente, em produções básicas.Parecido com o Panamá, mas a diferença está na aba que chega mais curta trazendo um lado virado para cima e outro mais côncavo. Para acertar na produção, vale investir em produções cleans; jeans, camisas, botas, coletes, t-shirts e lenços são peças que podem resultar em um look descolado e bastante individual!

Use-os de forma casual sobre os cabelos soltos e com um toque amassado, levemente desleixado; já para conferir ares mais elaborados, invista em penteados como rabos-de-cavalo e coques – mais baixos para comportar o acessório – os quais remetem à atenção para o rosto mantendo o penteado elegante e comportado.

Chapéu Floppy

Extremamente elegantes, os chapéus estilo floppy são aqueles, em geral, com grandes abas curvadas, os que melhor retratam a sofisticação para looks à beira mar. Em variações de abas bastante grandes ou pequenas e discretas, essa versão é caracterizada pelas suas linhas orgânicas e suntuosas compostas em tecidos maleáveis ou, também, em palha.

Tranças e cabelos soltos são penteados que aceitam bem o adereço, vale apenas atentar para a sua altura, uma vez que quanto mais baixa for menor deve ser a aba, para que não acabe diminuindo mais alguns centímetros por excessos de “sombra”.

Chapéu Panamá

Um dos chapéus mais famosos da atualidade, o modelo Panamá, apresenta uma única diferença em relação ao Fedora: sua confecção é em palha trançada. Além desse detalhe, sua forma de abas médias e copa amassada mantêm os traços do modelo anteriormente citado. Looks compostos por saias, maxi vestidos, t-shirts, coletes, camisas, paletós, lenços e shortinhos são arrematados ainda com mais estilo pelos chapéus panamá.

Em tamanhos um tanto mais compactos do que o original é a versão mais destacada pelas grifes e a preferida das famosas surgem dando uma lição de como quebrar a seriedade de suas produções com esse democrático acessório. Cabelos soltos são os que mais freqüentemente recebem o adereço, no entanto vale prender as madeixas em coques desfiados e penteados mais leves e soltos.

Fonte: Portais da moda