Nascer de Deus

Viviane Freitas

  • 10
  • Mai
  • 2014

Nascer de Deus

  • 10
  • Mai
  • 2014

Recentemente atendi uma senhora que me perguntou o que era nascer de Deus. Eu contei-lhe uma história para dar o exemplo do que isto significa na prática.

Quando me casei,fui morar em outro país. Tudo era novidade para mim, e logo na primeira semana, fomos enviados a uma cidade onde a igreja tinha acabado de sofrer uma tragédia.

Voltando de uma reunião, um camião atravessou à frente do carro que o pastor conduzia e provocou um grave acidente. O pastor morreu na hora e a esposa dele foi levada gravemente ferida ao hospital.

Todos estavam muito tristes na igreja, e nós chegámos ali, em meio a tudo isso… Eu não tinha ideia, mas aquela experiência me ensinaria muito sobre o novo nascimento.

Depois de algum tempo em tratamento intensivo, várias cirurgias para reconstruir o rosto, ela finalmente despertou. Todos pensavam em como lhe dariam a notícia da morte do seu marido, e foi quando ela surpreendeu a todos com a sua pergunta: “Que dia é hoje?” ao que lhe responderam “domingo”, e ela logo disse: “Preciso ir para a igreja…”.

Alguns minutos depois, o médico constatou que ela tinha perdido totalmente a memória, não lembrava sequer do seu marido, mas o tempo todo, enquanto conversava com as pessoas que a visitavam, ela mesma falava que Deus estava com ela.

Aquela esposa de pastor havia perdido a única pessoa que tinha estado ao seu lado por muitos anos, o marido, havia perdido todas as suas memórias, inclusive as do próprio marido, mas mesmo assim, ela não esqueceu que era uma mulher de Deus; não esqueceu do seu encontro com Deus, e que, desde aquele dia até ali, Ele estava com ela. Aquilo ficou gravado em mim, aquela mulher era um verdadeiro exemplo do que é ser filho de Deus.

Quem nasce de Deus torna-se um com Ele, assim como Jesus falou em João 10:30. Não tem como esquecer de Deus quando sai da igreja e ir “curtir” um pouco do mundo, não tem como mudar de ideia quando vêm momentos difíceis, não tem como deixar de crer ou decepcionar-se com a sua fé.

Nascer de Deus traz-nos outra visão desta vida, outra perspectiva, e aconteça o que acontecer, nada consegue impedir a pessoa de continuar com Deus, simplesmente porque ela já não é mais um ser comum, mas tornou-se um ser espiritual – um cidadão de outro mundo.

Por isso, vencer o mundo é uma consequência inevitável para os que são Filhos de Deus.