Servas em alerta – Comportamentos sutis!

Luisa Teixeira

  • 20
  • Jun
  • 2019

Servas em alerta – Comportamentos sutis!

  • 20
  • Jun
  • 2019

O filho sábio atende à instrução do pai; mas o escarnecedor não ouve a repreensão. Do fruto da boca cada um comerá o bem, mas a alma dos prevaricadores comerá a violência.

O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói. A alma do preguiçoso deseja, e coisa nenhuma alcança, mas a alma dos diligentes se farta. –  Provérbios 13.1-4

Nos 4 versículos acima, há 4 tipos de pessoas com 4 tipos de comportamentos e 4 tipos de consequências. Tais comportamentos podem, silenciosamente, nos levar à pior de todas as consequências: a perda da nossa salvação. E digo silenciosamente porque são sutis e por vezes se apresentam, aparentemente nas mais variadas situações, em algum momento da nossa vida.

Vejamos os tipos de pessoas, seus respectivos comportamentos e as consequências de suas ações descritas nesse trecho bíblico:

  • O escarnecedor – É alguém que zomba; que não tem respeito; que fala mal de outras pessoas e nem se preocupa do mal que isso pode causar aos outros. Sente-se superior, machuca e ridiculariza. Ele não ouve a repreensão, por isso está longe de ser sábio!
  • O prevaricador – Fui em busca do significado dessa palavra. Além de significar pessoas infiéis ou que violam as Leis Divinas, também significa pessoas corruptas e depravadas. Outro ponto sério é que o ato de prevaricar é usar o seu cargo e poder para satisfazer interesses pessoais, atrasando ou deixando de praticar as suas funções. Ele comerá a violência!
  • O Tagarela – É aquele que fala sem pensar; não tem qualquer preocupação com as suas palavras; não controla o que diz e tudo o que sai de sua boca. Infelizmente suas palavras também afetam os que o rodeiam. Ele se destrói!
  • O preguiçoso – É o perfil de quem começa e não termina; foge das suas responsabilidades e não as assume. Deseja o sucesso, quer ser bem-sucedido, quer desenvolver, mas por não ser esforçado, ou seja, pela falta de diligência, acaba por não alcançar seus objetivos. Ele não alcança coisa alguma!

Que conselhos, minha amiga!

Provérbios é um livro que revela claramente a natureza humana, e justamente por essa razão, não podemos nos considerar isentas desses tipos de comportamentos. Somente aos pés do Senhor Jesus nos tornamos quem Ele quer que sejamos.

Precisamos estar em ALERTA constantemente, não é mesmo?
O que mais lhe chamou atenção nesse texto?
Deixe o seu comentário.