SER OU TER?

  • 1
  • Jun
  • 2011

SER OU TER?

  • 1
  • Jun
  • 2011

Deus faz grandes maravilhas a cada dia, é impressionante! É evidente que Ele existe, porque os sinais são extraordinário. Pessoas são curadas, libertas, famílias reconstruídas e etc.. É evidente que Ele existe. É uma perda de tempo não segui-Lo.

Não tem como uma pessoa não contar com Deus, depois que ela vivencia as suas maravilhas. É inevitável que ela creia.

Mas a pergunta é essa: Por quê o sigo? São por esses sinais?

Você pode responder essa pergunta dentro de você. Basta avaliar o por quê você quer segui-Lo, e como você o serve. O que você faz com o seu tempo? “Ajusta” para estar com Ele, ou o tempo não lhe dá oportunidade?

Bom, o tempo é exatamente a resposta que dirá o que você será amanhã. Se você usa o seu tempo para seguir a Jesus, pelos benefícios que Ele te forneceu através da sua fé, e gasta primeiro com suas necessidades egocêntrica então, com certeza, o seu futuro não promete algo melhor. Pode tropeçar lá na frente, na sua própria fé.

Porém se o seu tempo é buscar oportunidade no seu dia a dia, estar com Ele na sua necessidade incessante da sua alma, então o seu futuro é Ele em parceria contigo. Será seu Guia. O seu “personal trainer”.

Veja o que a Bíblia diz:

Estando Ele em Jerusalém, durante a Festa da Páscoa, muitos, vendo os seus sinais que ele fazia, creram no seu nome; mas o próprio Jesus não se confiava a eles, porque os conhecia a todos. João 2:23 – 25

 

 

 

 

Aqui caracteriza que nem todos os que creem são confiáveis. Por quê? Porque somente depois que eles viram os sinais é que creram. Mostra que a fé é circunstancial. E, se a fé é circunstancial, é porque não entenderam a necessidade da própria alma deles, pelo Senhor Jesus.

Esses, que creem no seu nome de forma circunstancial, não viram a necessidade de tê-lo. Não descobriram o seu legítimo eu, faminto do que é verdadeiro, mas se iludem pelo que se vê.

O Senhor Jesus não é para eu tê-Lo, como uma posse. É uma necessidade minha. Não posso segui-Lo pelos seus sinais, porque todos eles passam. Mas o que não passa e o que não cessa, é a necessidade de tê-Lo pelo pecador que sou.

Não vivo no pecado, mas peco. Esse é um motivo da minha necessidade de buscar incessantemente. Não pelo o que os demais me conscientizaram, mas porque a minha alma busca intensamente ser a oferta agradável a Ele cada dia.

O que você está buscando? Ser ou ter?