Salvação

Viviane Freitas

  • 13
  • Mai
  • 2013

Salvação

  • 13
  • Mai
  • 2013


Olá a todos os internautas do meu Blog.

Vou falar sobre o comentário da Camila Cristina, que nos pediu o seguinte: “Gostaria que a senhora continuasse a abordar assuntos referentes à nossa salvação. É o assunto mais importante de todos. Edifica-nos muito.”

Camila, vou falar sobre este assunto com muito prazer. Aliás, é um assunto que sempre abordo no meu Blog.

“Porquanto, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por minha causa, achá-la-á.
Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?Porque o Filho do Homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, retribuirá a cada um conforme as suas obras.”
(Mt.16:25-27)

Percebe-se que as pessoas querem aproveitar a vida; o máximo dela e achar o que lhes dá prazer momentâneo. Mas, com Cristo, para a eternidade, devemos, ao contrário, perder a vida.

Até como esposa de pastor, se eu quero salvar a minha alma, então, eu tenho que perder a minha vontade. E, como já referi no Blog, surgem imprevistos e situações em que, muitas vezes, a nossa vontade quer predominar. E isto é algo constante. Mas, se eu prezo a minha salvação, deixo que Deus dirija a minha vida, por completo.

Para isto, eu devo submeter o controlo e o domínio ao Espírito Santo, permitindo que Ele me guie e me direcione.

Sobretudo quem serve a Deus no altar, necessita perder a sua vontade, pois Ele depende que eu perca a minha vontade para servi-Lo e, assim, também salvar a minha própria vida.

O meu controle pessoal, dominado pela minha vontade , não se refere a prazeres mundanos, como anteriormente, pois isso perdeu o valor. Mas será atrativo no sentido de nos tentar dominar perante os imprevistos e desafios.

Vamos começar em breve o Programa “Coisas de Mulher” na iurdtv.eu – você é a minha convidada – e isto já “alvoroça” a minha vida, pois acarreta muitas responsabilidades. Mas eu não me devo permitir ficar ansiosa com as situações. Como você, amiga…

Estou a colocar aqui esta situação, para que compreenda o que é perder a vida, que não engloba apenas o deixar o “mundo” e as amizades… Faz parte, mas é mais do que isso! Por exemplo, deixar que o constante apelo da televisão a domine; deixar-se enredar pela internet; com a moda, sendo extremamente vaidosa; preocupar-se em ser recompensada pelo pastor, fazendo muitas coisas na Igreja, etc. Quer ganhar a vida, e obter sucesso, através da aparência e da credibilidade humana, e não com Deus.

O perder refere-se a tudo, em relação à sua vida. É perder o seu “mundinho”, para servir a Deus e entregar-se pelas outras pessoas.

Quem quiser salvar a sua vida, tem que perder. Deve largar o seu “mundo”, o seu egoísmo, os pensamentos de preocupação com a sua vida sentimental. Quanto mais se esmera e se preocupa, mais egoísta se torna, e difícil e agoniante se revela a situação.

Quando me dispus a servir a Deus, como solteira, deixei de pensar na minha vida sentimental. Fiz um voto com Deus, priorizando-O, não me preocupando mais com essa área. O que viria, desconhecia; só sabia que serviria a Deus.

E, em um ano, praticamente, já havia noivado e, logo em seguida, casado.

Há pessoas que estão tão “agarradas” à sua própria vida; aos seus desejos, pensamentos e ideias, que todos têm que se inclinar à sua forma de ser, e não querem ser flexíveis à voz de Deus. Não querem perder a sua vida para a entregar a Deus no Altar.

“… e quem perder a vida por minha causa, achá-la-á.”

Entregar a vida por Jesus! Não pelo seu namorado; pelo marido; pelo pastor ou pela Igreja, mas por amor a Ele.

Não pela necessidade, para que a situação se resolva.

A sua intenção deve ser, tão somente, agradar a Jesus. Esta é a prioridade, e as demais coisas lhe serão acrescentadas.

Não adianta fazer só porque o estou a dizer. Tem que fluir do seu interior; você deve afirmar: “Eu preciso disto!”

Assim, deixará de ser uma pessoa que controla a sua própria vida, para servir a Deus.

Perdendo, você achará a sua felicidade.

“Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”

Que aproveitará casar, ter a posição que pretende, ter o sucesso na sua carreira, e perder a alma?

Estará aflita!

Terá a posição que os famosos têm, os quais, mesmo tendo dinheiro, as mulheres ou homens que querem, são infelizes; viciados. Porque a sua alma está à procura de felicidade e descanso naquilo que é fútil e passageiro. Até o dinheiro se torna inútil!

Amiga, reflita, pois é assim que salvará a sua alma e priorizará ao Senhor Jesus. E não o faça, baseada em uma religião, mas porque O ama.

Consequentemente, Ele retribuirá mediante as suas obras e pelo fato de O ter priorizado em sua vida.