Quarentena – 34º dia

Viviane Freitas

  • 31
  • Jan
  • 2013

Quarentena – 34º dia

  • 31
  • Jan
  • 2013

“Estando o povo na expetativa, e discorrendo todos no seu íntimo a respeito de João, se não seria ele, porventura, o próprio Cristo,
disse João a todos: Eu, na verdade, vos batizo com água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.A sua pá, ele a tem na mão, para limpar completamente a sua eira e recolher o trigo no seu celeiro; porem queimará a palha em fogo inextinguível.”
(Lc.3:15-17)

As pessoas estavam impressionadas, pois as palavras proferidas por João, saiam da normalidade: Dividiam o “certo” e o “errado”; dissipavam a dúvida e traziam uma saída… Continham Espírito!

Com isto, pensaram no seu íntimo, que João era o próprio Cristo.

E porquê?

Muitas pessoas têm sido ajudadas e, naturalmente, há um “servo” que tem passado este Espírito. Quando aceite, a pessoa vê Deus nas palavras daquele servo, passando a “idolatrá-lo”, como o único capaz de dar respostas e direção…

Mas veja a reação de João:

“Eu, na verdade, vos batizo com água, mas vem o que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar-lhe as correias das sandálias…”

João não conseguia ler os pensamentos ou ver o íntimo das pessoas, mas tinha o Espírito Santo, que o conduzia a toda a Verdade.

É este Espírito, que dá direção ao servo de Deus.

Tantas pessoas, que nos acompanham, e que se julgam inferiores, pensando que Deus jamais contará com elas, pois existe alguém que está a ajudá-las e a mostrar-lhes a direção…

Contudo, isto não vem do servo, mas do próprio Deus!

Por isso João não se considerava digno e exaltou o Senhor Jesus. Porque ele próprio reconhecia que precisava d’Ele!

Quem tem poder para sustentar a pessoa e suprir a sua necessidade, é o Espírito Santo.

Então, não deve apoiar-se no “servo” de Deus para a conduzir; tem que andar com as suas próprias “pernas”.

Obviamente, os servos de Deus são usados para lhe transmitir a Palavra, mas isso não significa que dependerá dos mesmos…

Assim como o Espírito Santo guiou e orientou João, mostrando o que estava no íntimo de cada um, o mesmo Espírito poderá mostrar o que habita no seu íntimo e está por detrás das suas “guerras”. Ele é que suprirá e orientará…

E se você é batizada com o Espírito Santo, mas não usa o que Ele lhe concedeu, como fará na hora da prova? Vai recuar e negar a sua fé?!

Por isso deve depender de Deus, somente! Quando estiver a passar por situações difíceis na sua vida, desabafe e conte com Ele…

E o Espírito Santo a guiará!

“A sua pá, ele a tem na mão, para limpar completamente a sua eira e recolher o trigo no seu celeiro…”

Você, que se tem apoaiado no servo, esquece-se que Quem tem a pá na mão, e Quem limpa, é Deus!

É Ele que vai recolher o trigo…

E, se existe o trigo, existe o joio; existindo o joio, há a palha… Ele vai limpar e apenas recolherá o trigo. Aqueles que se fizeram úteis!

Se você é joio, para “nascer de novo” deve “morrer”, como uma semente, para que possa dar fruto!

Se é “trigo”, deve preservar-se, pois Deus está a limpar a Igreja!

Os problemas e as provas, fazem-na tomar atitudes em relação à crença e à Palavra que você guarda.

Observe bem a sua situação: Aprenda a depender unicamente de Deus, pois é Ele que limpa. O servo é usado, mas deve contar com o Espírito Santo, aproveitando a oportunidade, pois Ele não lhe é dado por medida, mas concedido a todos, por igual.

“…porém queimará a palha em fogo inextinguível.”

O que não serve, Deus queimará….

Preste atenção nas suas atitudes: Conta com Deus ou com terceiros?

Quem se entrega e investe no seu relacionamento com Deus; a estes, Deus limpa, ensina, e o Seu Espírito os guiará.