Obreira com espirito empreendedor!

Luisa Teixeira

  • 3
  • Out
  • 2013

Obreira com espirito empreendedor!

  • 3
  • Out
  • 2013

Hoje vou falar de algo que despertou a minha atenção: A palavra empreendedor!

Enquanto o meu esposo falava com um grupo de empresários sobre empreendedorismo, pensava como é importante nós termos esse espirito.

Eram explicações tão ousadas e ao mesmo tempo com uma visão extraordinária. Dentro de mim gritava: “TENHO QUE ESCREVER PARA AS OBREIRAS”, essa é uma característica forte e vincada que devemos possuir. Ser empreendedora é muito mais do que pensamos, pois geralmente a ligação que fazemos a essa palavra é quase sempre ao mundo empresarial.

Minhas companheiras, vamos ampliar o nosso conhecimento. Não podemos falar a mesma linguagem repetitiva, precisamos de inovar. Infelizmente, vejo que com o passar dos anos, muitas não progridem, não almejam desenvolver a sua aprendizagem. Ficam estagnadas no tempo, pensando que o que já sabem é suficiente, e com isso, não avançam e não conquistam o seu espaço de destaque onde estão e por onde vão!

Quantas não são aquelas que começam algo e não terminam? Não vão até ao fim pelos seus objectivos, ficam-se a meio do caminho, deixando-se levar pelas circunstâncias, distraindo-se com futilidades. Acham que não é necessário investir o seu tempo, criando metas, organizando as suas ideias, planeando o seu dia. Há uma preguiça muito grande nesse sentido, e tristemente falo disso, pois esse não é o Espirito do nosso Deus!

O Espirito do nosso Deus, não é limitado, não é parado, muito pelo contrário, a Sua essência é empreendedora, desde a criação do Mundo. Veja como Deus fez o mundo, tudo com ordem e disciplina.

Ele é inovador, criativo, de iniciativa, vai até ao fim com os seus planos, não deixa nada a meio. É profundo em tudo o que realiza, não deixando margem para dúvidas, e principalmente é o maior EMPREENDEDOR de sempre!

Analise se tem esse espírito de empreendedor e responda às seguintes questões:

[arrowlist]

  • Fixa o seu objetivo, e persiste as vezes necessárias, até ver cumprida a sua meta?
  • Se falhar não se abate, levanta a cabeça e restabelece as suas energias para reparar o erro e prosseguir?
  • Tem a sua visão superior aos obstáculos que surgem, entre o início e a conquista?
  • Assume com postura a liderança do seu objectivo e defende-o até ao limite?
  • Não tem limites de visão, vê em tudo oportunidade de se descobrir e vencer?
  • Gere a sua vida, o seu tempo, as suas ideias e decisões?

[/arrowlist]
E mais, Empreendedor é a conjunção de duas palavras e veja se também estão incluídas na sua conduta:

Empreender- Dar início a algo, propósito, plano, estratégia.
Dor – Tem que haver dor, pois será necessário abdicar de muitas coisas, para alcançar o objetivo a que se propôs (exige sacrifício).

Inspire-se em individualidades empreendedoras, das quais deixo aqui um exemplo para você meditar: Daniel!

Sinceramente, espero que este artigo seja de utilidade para vocês, assim como foi para mim! Nós não podemos ter a mente fechada, por isso, aproveite este jejum para adquirir esse espírito de empreendedor!

Concorda comigo? Pensa como eu?

Siga-nos: http://www.facebook.com/obreiros.em.foco.europa