Viviane Freitas

  • 16
  • Fev
  • 2011

O que usar?

  • 16
  • Fev
  • 2011

Existem diferentes tipos de sapatos saiba qual  e como deve usar.

SCARPIN
– É um sapato clássico.

– Pode ter o bico fino, arredondado ou quadrado.

– É fechado deixando apenas o peito do pé exposto.

– Os saltos medem a partir de 4cm (médios ou altos).

– Tem uma variante – peep toe – com uma abertura no bico, expondo parte de um ou dois dedos.

– Combina com quase todos os tipos de roupa: shorts, saias, tailleur, mini-saia e calças, dando elegância ao visual.

– Os modelos coloridos dão um toque mais moderno e casual.

– Utilize com meias da cor da pele ou da cor do calçado.

– Podem ser usados no ambiente profissional.

CHANEL
– A estilista francesa  Coco Chanel criou o modelo para que o seu pé parecesse menor. A sua principal característica é a abertura na parte traseira, e possuir uma tira que passa sobre o calcanhar e abaixo do tornozelo.

– Pode ter salto alto ou médio.

– É famoso pelo bico em cor mais escura que pode ser fino, quadrado ou arredondado.

– É sempre chique e  sempre reconhecido como um calçado de bom gosto. Combina com roupas clássicas, mas pode dar um upgrade numa combinação básica.

SALTO EM CUNHA
– É um tipo de salto que pode ser usado no dia-a-dia, prático e muito confortável.

– Combina com qualquer tipo de roupa, saias longas, curtas ou rodadas. Saltos em madeira ou forrados, combinam melhor com looks mais casuais.

CHINELO
– É um calçado macio, geralmente com salto baixo, para uso informal, doméstico.

– Bom para utilizar no Verão. Conforme o material pode ser mais casual ou adaptar-se a um look mais elegante.

TÉNIS
– São projectados para oferecer muito conforto, equilíbrio e bem estar aos pés.

– Destinados à prática de desporto e actividades de lazer.

– É um calçado indispensável principalmente para jovens.

– Use com shorts, bermudas, calças, saias ou em qualquer lugar informal, como escola, faculdade, na prática de desporto, em passeio, almoços descontraídos, visita à casa de amigas, etc.

– Não use para sair à noite. Não é apropriado. É um calçado descontraído e sem compromisso.


MOUCASSIN
– É uma linha muito confortável.

– É um bom sapato para utilizar no trabalho se este lhe exige muitas horas de pé ou se requer que ande muito diariamente.

– Bom utilizar se tiver joanetes.

– Combinam com saias curtas, calças de sarja, bermudas, etc. O mocassin de salto médio é um óptimo recurso para as que desejam alguns centímetros a mais.


RASTEIRAS
– São frescas,  confortáveis e práticas.

– As sandálias rasteiras ajudam a compor uma produção mais despojada.

– Podem ser usadas com calças (de preferência mais justas), com saias ou bermudas e ganham terreno ao lado de mini-saias e shorts atrevidos. Combinam conforto com design moderno.

SANDÁLIAS
– É uma sola fixada aos pés através de tiras, pulseiras, ou outro tipo de cabedal pequeno, que mantenha a característica de deixar a maior parte do pé exposta.

– Pode ter variadíssimos tipos de saltos.

– Um modelo muito usado hoje é o ousado tipo gladiador, sem salto e com tiras presas ao tornozelo.

– Combinam com qualquer visual, todos os estilos de roupa, materiais, alturas e cores.

– Sandálias de salto alto proporcionam um visual mais sexy e sofisticado.

– Não favorece quem tem os dedos muito magros ou redondos.

– Podem ser usadas com meia cor da pele.

– É necessário ter os pés bem cuidados. Mais utilizadas no verão.

MULES
– É uma espécie de tamanco, fechado na frente e aberto atrás, que deixa o calcanhar de fora.

– O seu bico é geralmente fino (mas também pode ser quadrado).

– O bico fino traz elegância para ocasiões mais formais e a abertura atrás confere um ar mais casual.

– Combina com calças, vestidos, bermudas, saias pelo joelho e shorts. Evite mules em ocasiões formais.

SABRINAS
– Inspiradas nos sapatos de ballet.

– Confeccionadas em diferentes materiais, cores e estilos.

– Calçado leve, com saltos baixos.

– Dão um look elegante e permitem um conforto máximo.

– Combinam com jeans skinny e capri, shorts, mini-saias, meia-calça, vestidinhos e bermudas. No inverno, invista nos bicos arredondados em verniz ou cetim, com laços, fivelas e muitas cores.

BOTA DE CANO BAIXO
– O comprimento não ultrapassa muito o tornozelo.

– Quem tem pernas perfeitamente proporcionais (longas ou curtas) pode usá-las com qualquer comprimento de saia, caso contrário, ficam mais elegantes com calças ou saias longas.

– Não ficam bem num look clássico.

Fonte: Truques de Mulher