O que se passa nos pensamentos?

Viviane Freitas

  • 2
  • Jun
  • 2014

O que se passa nos pensamentos?

  • 2
  • Jun
  • 2014

No artigo de hoje, venho falar sobre algo que vai abrir a sua mente, de uma forma muito clara. Muitas pessoas pensam que quando Deus fala, é no coração, mas isso não é real.


Quem fala diretamente ao nosso coração, são as emoções, pois nele, centram-se os mais enganadores e corruptos sentimentos que existem. As emoções não falam ao seu intelecto!
Deus sim, fala na mente, nos seus pensamentos.
Por essa razão, a sua mente deve estar livre, para que Deus tenha acesso direto, para falar consigo.

Se reparar nos seus pensamentos e nas suas palavras, vai encontrar muitas imperfeições. Talvez não tenha a sensibilidade de detectar essas imperfeições, porque a sua mente está desligada, e pensa à sua maneira, à sua vontade. E porquê? Porque, no fundo, deduz que pode pensar no que quiser, e que não há qualquer problema nisso.

Por vezes surgem pensamentos que não são os que pretendia pensar, e realmente eles despontam sem querermos. Mas vêm porque, de alguma forma, a sua cabeça está vazia, e sobretudo, porque os seus pensamentos não estão voltados para Deus.

Vou dar alguns exemplos, para que possa entender melhor onde pretendo chegar: Se, porventura, é o tipo de pessoa que vive ocupada, preocupada, ansiosa (sentimentos que tipificam a mulher), demonstra que os seus pensamentos estão inteiramente voltados para os afazeres que tem a cumprir, para as responsabilidades que lhe foram confiadas, e não para o que Deus quer falar consigo. A verdade é que, nesse caso, o seu pensamento não está conectado ao pensamento de Deus. É aí que fica ausente d’Ele falar ao seu ser.

Pergunto o seguinte: O que se passa no seu pensamento? O que pensa durante o seu dia?

Sabe porque escrevo sobre este assunto, e lhe faço estas questões?

Porque é aí que começa o seu relacionamento com Deus, através dos seus pensamentos ligados a Ele! Não quer dizer com isso que não vai dar atenção às suas responsabilidades, mas não pode ser algo persistente, a longo prazo, pois é nesse ínterim que a sua mente fica ocupada em demasia.

Se os seus pensamentos estão dominados pelas mais diversas distrações, então, é impossível estreitar a sua ligação com Deus. É impossível ouvir a Sua voz com claridade.

Veja que, na época de Abraão, Isaque, Jacó, não haviam tantas tecnologias, não havia televisão, computador, internet, etc. Por isso, esses homens ouviam e obedeciam a Deus, porque os seus pensamentos estavam desimpedidos, para Deus falar.

Mas hoje em dia, a realidade é completamente diferente e, sobre esse assunto, escreverei mais no artigo seguinte.

Enquanto isso, terei o prazer de ler o seu comentário sobre os seus pensamentos…