O que pode fazer a mulher ser irresistível?

Viviane Freitas

  • 21
  • Mar
  • 2011

O que pode fazer a mulher ser irresistível?

  • 21
  • Mar
  • 2011

Quando ela passa, conversa ou te atende, é super atenciosa.

Olha nos olhos, presta atenção e se preocupa em trocar ideias que sejam do interesse da outra pessoa.

A sua conversa tem conteúdo e direcção, começa e termina seu pensamento. Não é ansiosa em colocar seu ponto de vista, mas tem controlo de suas próprias reacções. É sensível quando é hora de terminar ou de começar. Ela focaliza sua atenção em escutar o que o outro tem a dizer. Não vai para o mundo da lua; ela se interessa e traz mais perspectiva para quem a ouve.

Ela não fica acanhada ou tímida, quebra aquela tensão do primeiro encontro, com um bom humor. Mostra sua transparência e naturalidade, sendo o que é de verdade. Não engana para atrair atenção, mas é modesta e equilibrada.

Ela deixa a boa impressão de uma pessoa meiga e feminina. Dá logo para perceber seu carácter (interior) e a sua disposição em vencer na vida. Nela existe metas construtivas, é lutadora e não só de palavras, mas principalmente de atitude.

Enfim, ela não soma para algumas pessoas, porque não se satisfaz com isso, pois o somar é inimigo do multiplicar, ela multiplica. Sempre investe em sua conduta, exige algo a mais de si própria e vai muito além do que o normal. Os que estão a sua volta, não se cansam da sua presença, pois ela traz estímulos e incentivos, que produzem benefícios para toda a vida. Ela é irresistível!

Talvez para você minha leitora, isso não acontece, porque você tem medo de ser reprovada, sente-se insegura, é tímida e se deixa ser dividida por outros factores. Você não investe! Não arrisca! E seu companheiro de todas as horas não te socorre, porque você já se deixou ser um “menos” para os demais.

Invista e creia em si mesmo. Isso eleva sua auto-estima, seu potencial e você verá com seus próprios olhos as conquistas que foram iniciadas por sua própria conta.

E sabe o que vai acontecer?

Outros dependerão de você, porque você foi mais forte do que seus inimigos internos.