Indefinida

Viviane Freitas

  • 27
  • Abr
  • 2012

Indefinida

  • 27
  • Abr
  • 2012

“O meu justo vive pela sua fé.”

Muitos dizem ser de Deus, e que são justos, vão na igreja e cumprem toda a lei, mas não há nada de novo na vida do indivíduo.

Vivem levando a vida com os ensinamentos que aprenderam, mas a vida… está longe disso.

A vida é apenas um seguimento da crença que um dia ela manifestou, mas que por um momento estacionou quando o sonho maior foi realizado.

Um exemplo disso é aquela mulher que sonha em se casar com um homem que lhe fará feliz, quando se concretiza esse sonho, acabam-se todas as guerras, por ser esse o seu alvo principal. Porém, a vida continua… com o sonho realizado e com supostos sonhos para serem concretizados.

Mas o que acontece é que não existe mais força, empenho, porque tudo que ela busca satisfazer são os seus desejos pessoais, e não servir a Deus, como diz que serve. Sendo assim, ilude-se que tem uma fé em Deus, mas seus sonhos são em servir o senhoria dela – ela mesmo.

Diga-me que tipo de fé em Deus é essa de tratar a Ele como servo? De apenas satisfazer o sonho dela????

Porém se perguntarem para ela: qual é o seu alvo ou meta? Ela, com a resposta na ponta da língua deixa-se ser levada por uma consciência cauterizada, por um ensinamento que aprendeu e diz: Eu quero servir ao Senhor Jesus… ganhando almas.

Huum! Vai contar essa história para boi dormir!!! Pois essa não pega quando as suas obras e vida não tem nada de novo, pautada no que diz a Palavra de Deus.

As pessoas falam de muitas coisas que fazem para Deus e etc… mas só testificam quando elas se lançam no que está escrito. O problema é que elas não crêem o suficiente, como uma desconfiança que Ele sendo Deus não vai cumprir com o prometido.

Por conta disso, a Palavra de Deus fica de lado. E se a Palavra de Deus fica de lado, a fé da pessoa também é apenas uma teoria. Não é existente. Então podemos dizer que essa pessoa vive um outro versículo que ela mesmo criou:

O injusto não vive pela fé, mas pelas circunstâncias.

Ao ser assim, a vida dela é uma vergonha. Suas palavras são sistemáticas e vive religiosamente, contaminando outros contra ser de Deus.