Experiência: Porquê eu não entrei para o Godllywood?

Sara Zanon

  • 6
  • Dez
  • 2014

Experiência : Porquê eu não entrei para o Godllywood?

  • 6
  • Dez
  • 2014

Porquê? Porquê? Porquê?

Enquanto você está triste, as respostas não vêm, se está se fazendo de vítima e se sentindo incompreendida, também não vai obtê-las, essa foi a primeira lição que aprendi diante daquele Não.

Comecei então a pensar no meu dia a dia… no que eu fazia, quem eu era… Deus não estava aceitando a minha oferta para Ele.

Ali fiquei sem o chão debaixo dos meus pés, pior do que não ter sido aceita para o Grupo, foi ver que eu não estava me fazendo escolhida para Deus. Lembra que eu contei que no início eu trabalhava tanto, mas não me realizava?
Via o meu marido desenvolver, mas eu estava ainda estagnada. Os problemas eram sempre problemas, e não oportunidades para desenvolver.

E a gora o que eu vou fazer?

Diante daquele quadro tomei uma decisão: – Se não sirvo para ajudar, sirvo para aprender!!!

Não queria nem saber se estava ali como a esposa do Responsável do País, estava disposta a reparar o que estava de errado em mim, e ser moldada por Ele.

Reuni todas as esposas e contei tudo o que estava vivendo, e disse que estava disposta a me candidatar junto com as meninas, eu iria fazer o Rush e aprender junto com elas. Para minha surpresa elas decidiram fazer o mesmo.

Passado algum tempo lá estava eu na reunião da candidatura, ao lado das jovens, peguei a folha de inscrição e ouvi atentamente tudo o que a Esposa estava explicando, não me senti humilhada e nem envergonhada, humilhante era permanecer naquela situação.

Uma das jovens que eu cuidava veio toda feliz me perguntar se eu iria ser a Big Sister dela, e eu, sem nenhuma vergonha, respondi que não, eu estava ali para me candidatar junto com ela.

Naquele dia eu entendi algo que vou guardar por toda a minha vida, antes de ganhar a qualquer pessoa, a minha alma é que precisa ser ganha todos os dias, antes de querer cuidar de alguém tenho que ser cuidada, minhas limitações são para ser resolvidas e não camufladas por detrás do que eu faço. Quando se entende isso, você consegue se dispor a voltar ao início e consertar o que precisa ser reparado.

Bom, faltava 1 dia para a tão esperada entrevista do Rush, finalmente esse dia estava chegando, de repente, toca o telefone, e quando eu conto que iria ser entrevistada para fazer o Rush junto com as meninas… Só ouço do outro lado, Não! Você vai ter que esperar, em breve vai começar o Rush com as Esposas da Espanha e aí sim você poderá se candidatar.

Um não novamente.

Porém agora algo estava diferente dentro de mim, não havia problema em esperar, porque diante de todas aquelas tristes descobertas que eu havia feito sobre mim mesma, comecei lutar com Deus, e tomar atitudes para que eu me tornasse alguém diferente, alguém que não somente fazia, porém agora, eu buscava ser uma com Ele.

Quanto tempo será que tive que esperar? Como finalmente chegou o dia em que entrei para o Godllywood?

No próximo Post, você vai saber como essa história terminou 😉

Um abraço e até lá.