Específica

Viviane Freitas

  • 13
  • Ago
  • 2012

Específica

  • 13
  • Ago
  • 2012

Lembra-se de quando saiu do mundo de trevas em que vivia?

Pois é, você não saiu!

Como assim?

Você não saiu porque Deus é que te tirou, assim como fez com Abraão.

 

1º – Você não saiu e sim Deus é que te tirou:

“Disse-lhe mais: Eu sou o SENHOR, que te tirei de Ur dos caldeus…” (Gn.15:7)

Ele tem uma herança; uma terra para nos dar, pois se nos tirou de um determinado local, é para nos conduzir a outro…

“…para dar-te por herança esta terra.” (Gn.15:7)

 

2º – Precisamos ser específicos na pergunta:

“E disse ele: Senhor DEUS, como saberei que hei-de possuí-la?” (Gn.15:8)

Abraão poderia ter perguntado: Como poderei possuir essa terra? Ou como vou possuí-la? Mas ele perguntou, como saberia que a viria a possuir.

Veja que Abraão foi específico na pergunta, pois não existe resposta a uma promessa, enquanto não há uma fé inteligente que questiona e especifica. Ele não englobou situações e nem circunstâncias, foi directo ao ponto!

Não basta apenas ouvir as Promessas de Deus e pensar que se conquista na facilidade… Abraão não conquistou, baseado unicamente em palavras.

Abraão queria uma certeza, e nós temos a certeza de que a promessa se cumprirá, quando existe o sacrifício.

 

3º – Deus é específico na resposta:

“E disse-lhe: Toma-me uma bezerra de três anos, e uma cabra de três anos, e um carneiro de três anos, uma rola e um pombinho.” (Gn.15:9)

Deus pediu o sacrifício e também nisso foi específico.

Enquanto Deus não refere, concretamente, o sacrifício que devemos fazer em função de algo específico que queremos alcançar, não sacrificamos da forma certa e, consequentemente, não há certeza. Por isso, precisamos saber o sacrifício exacto, para que possamos possuir a terra.

 

4º – Existe um processo para o sacrifício; existe uma maneira correta e orientada:

“E trouxe-lhe todos estes, e partiu-os pelo meio, e pôs cada parte deles em frente da outra; mas as aves não partiu.” (Gn.15:10)

 

5º – Em todo o sacrifício, o diabo está presente para tentar destruí-lo ou torná-lo impuro, contaminando-o com os sentimentos:

“E as aves desciam sobre os cadáveres; Abraão, porém, as enxotava.” (Gn.15:11)

Entendeu como tudo deve ser feito de forma específica?
Se Abraão ficasse conformado só com as promessas e não perguntasse; não fosse frontal e específico com Deus, não as possuiria, pois não saberia como…

Analise cada ponto; identifique-se… Veja onde está ou onde parou; se está na direcção correta ou se já mudou de rota.

Quando há um querer, não se deixa passar nada; existe uma procura!
Deus não faz as coisas de forma emotiva.

O sacrifício elimina qualquer dúvida!