De Filhos para pais: O mundo ao contrário…

Viviane Freitas

  • 30
  • Mar
  • 2015

De Filhos para pais : O mundo ao contrário…

  • 30
  • Mar
  • 2015

Uma nova forma de violência tem vindo a emergir na socidedade atual: filhos que agridem indistintamente os seus próprios pais.

E para quem pensa que isto tem lugar nos países sub-desenvolvidos, desengane-se! É no “primeiro mundo”que os casos mais gritantes se sucedem.

Numa notícia veiculada pelo portal R7, pode constatar-se:

“Segundo um estudo feito recentemente pela União Europeia, estima-se que nos Estados Unidos e na Espanha – dois países observados pela pesquisa – 10% das famílias sofrem com este tipo de agressão, que não diferencia nível socioeconômico e muito menos modelo familiar. Os principais agressores, no entanto, costumam ser os adolescentes e as vítimas, as mães. A psicóloga Esther Roperti comentou que não há padrões de famílias para esse tipo de ocorrência.
— (Muitos) pensam que acontece em famílias desestruturadas, com problemas económicos, mas não é assim. Há muita variedade e (acontece em) muitas (famílias que) têm uma posição mais cómoda.”
in, http://entretenimento.r7.com/mulher/violencia-silenciosa-aumentam-as-denuncias-de-agressoes-de-filhos-contra-pais-18032015

Estranho?! Bizarro?! Inconcebível?! Vai muito além disso… Faz parte do Final dos Tempos!

“Um irmão entregará à morte outro irmão, e o pai, ao filho; filhos haverá que se levantarão contra os progenitores e os matarão.” (Mt.10:21)

A nossa geração tem visto e participado de acontecimentos marcantes, mais ainda do que os nossos pais e avós, mas o que devemos perceber é que aquilo que observamos já não é mera falta de respeito ou desobediência. É um extremo de maldade que ultrapassa quaisquer barreiras… Barreiras tais que um ser humano, por si só, não teria capacidades de levar adiante. Há nitidamente uma influência de forças malignas, que sugerem e potencializam tais comportamentos. Por isso se você, pai e mãe, se nega a acreditar que este mundo jaz no maligno e não batalha espiritualmente contra essas “forças”, também não terá respostas para tantas ações injustificadas, muitas vezes por parte dos seus próprios filhos.

O Centro de Ajuda promove às sextas-feiras um encontro de Limpeza Espiritual, que funciona como um tratamento para erradicar tudo o que tem estado a influenciar negativamente o próprio interior, assim como o dos nossos familiares. Quando já tentámos de tudo – humanamente falando – como psiquiatras, psicólogos, tratamentos clínicos e todo o tipo de terapêuticas, convencionais ou não, e não obtivemos respostas concretas, a solução reside em batalhar, no espírito, contra tudo aquilo que o(a) tem atormentado e que não consegue ver!

Uma excelente educação é fundamental; cuidar das crianças de perto é imprescindível; observar e vigiar as suas companhias também, mas não se esqueça do mais importante: Ensinar e orientar os seus filhos à Luz da Palavra de Deus, para que sejam protegidos e guiados no decurso das suas vidas.

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” (Pv.22:6)

Se a sua maior herança para eles for a Palavra de Deus, pode estar certo(a) de que nada lhes faltará.