Andreia Petrucci

Viviane Freitas

  • 21
  • Nov
  • 2012

Andreia Petrucci

  • 21
  • Nov
  • 2012

Nós, mulheres, apesar da enorme força que nos carateriza, muitas vezes nos permitimos conduzir por sentimentos que nos causam vários danos internos, comprometendo a nossa paz e afastando-nos daquilo que é justo, íntegro e verdadeiro.

Temos vivido uma guerra aberta entre Emoção versus Fé: Aquilo que, anteriormente, era considerado uma ameaça; os sentimentos substituíram, como a principal pedra de tropeço… São “raposinhas” que trabalham sutilmente, no íntimo, às vezes imperceptíveis, mas que, não sendo “arrancados” pela raíz, podem causar a nossa (lenta) “morte” espiritual.

Através dos ensinamentos e das orientações, que também me ministraram, comecei a ver os sentimentos como uma verdadeira ameaça à minha fé pura, e a persegui-los… Mesmo os que estavam reprimidos, há muitos anos.

Vinda de uma família destruída pela traição… Com apenas 13 anos de idade, já não acreditava na Instituição Família; pensava que seria tão infeliz quanto os meus pais.

Quando entrei no Centro de Ajuda pela primeira vez, e entendi que tudo poderia ser diferente, a começar pelo meu interior, não temi entregar-me por inteiro. De lá, até agora, continuo a depender dessa entrega, pois nela tenho encontrado todas as respostas que necessito, para seguir em frente.

Sou casada há 16 anos, muito feliz, e considero-me uma pessoa realizada interiormente, com muitas experiências de vida para transmitir. Atualmente, auxilio o meu marido em Caldas da Rainha – Portugal.

Por isso, se precisa de ajuda; de uma orientação, sinta-se à vontade para nos procurar. E, ainda que seja apenas para desabafar… Conte connosco! Estamos aqui para “ouvir”, até aquilo que não tem coragem de dizer a ninguém…