104 – 38º Dia | Ser O Testemunho

Viviane Freitas

  • 22
  • Fev
  • 2017

104 – 38º Dia | Ser O Testemunho

  • 22
  • Fev
  • 2017

22 de Fevereiro | Quarta | João 13.16-17

Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.
Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.

O que deve fazer antes de ouvir o audio? Clique aqui.

Olá a todos os internautas.

É um prazer estarmos juntos.

Hoje já é o 38ºDia dos nossos 100% para Deus; dos 100 Dias, que estaremos juntos aqui pelo Blog.

E você, que está desde o início participando, com certeza tem visto muita coisa. Mas não é para se assustar! É a “Luz” que a está iluminando e você está descobrindo o que estava em oculto. E uma vez descobrindo, pode usar as “armas” que Deus lhe está ensinando.

Acompanhe comigo no Livro de João, capítulo 13, versículo 16:

“Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” (Jo.13:16,17)

Bem interessante, esta passagem… Porque muitas pessoas que servem ao seu patrão, ao pastor, ou a quem está acima de si, acham-se no direito de se verem superiores a quem servem, pelo fato de, supostamente, trabalharem mais, sacrificarem mais, e por isso, muitas vezes, acham até injusta a posição do seu “senhor”. Acham que é uma injustiça o fato de estarem servindo, de terem que trabalhar e “sacrificar tanto”.

“…não é o servo maior do que o seu senhor…”

Isto retrata o que falámos anteriormente.

“…nem o enviado maior do que aquele que o enviou…”

O Senhor Jesus está falando a Seu próprio respeito, que Ele não seria maior do que Deus Pai, mesmo tendo sacrificado, encarado os fariseus e as perseguições dos religiosos, e ainda tendo sofrido a morte de cruz e a separação do Pai, quando, na realidade, Ele nem queria que isso acontecesse… Foi um sacrifício! Mas nem isso O fez maior do que Deus Pai. Em outras palavras, minha amiga internauta, talvez você considere muito simples, pois diz: “Eu não tenho problemas com ninguém, etc.” Mas, por exemplo, quando você faz muito bem algo que aprecia, sendo outra pessoa a fazer a mesma coisa e que não sai tão bem quanto você faria, você fica julgando! Acha-se no direito, por talvez fazer aquilo melhor, de julgar ou de inferiorizar as demais pessoas. Por vezes, até em relação aos sacrifícios que você apresenta e os outros não, você reage desta forma.

“Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.”

Você pode até saber que se deve submeter, que deve servir, mas se você não o fizer – porque isto é uma opção sua – você não vai ser feliz. Porque o Senhor Jesus só considera “bem-aventurados”, aqueles que praticam.
Há muitas pessoas que têm formação na Palavra de Deus, mas que não observam os seus atos, a sua conduta, os seus pensamentos e aquilo que o seu íntimo revela. Quantas vezes você deve ter julgado outras pessoas, porque, supostamente, você fazia e servia melhor?

O Senhor Jesus disse que: “…não é o servo maior do que o seu senhor…”.

Reflita nisto e permita que o Espírito Santo fale ao seu coração, para que então você reconheça e assista às suas próprias ações.

Um grande abraço e até amanhã.

Série: Ser o Testemunho